Fibromialgia: Aspectos Gerais do Exercício
11/12/2018
Exibir tudo

Por que Mensurar o VO2 do seu aluno?

 

Certa vez durante uma aula de Pós Graduação em Natal (RN), um aluno muito interessando me perguntou: “professor, dentro de uma avaliação física, qual seria a única variável que não pode deixar de ser mensurada?”

 

nós sabemos que um plano de avaliação física deve mensurar o histórico de vida (anamnese), indicadores antropométricos, de composição corporal, cardiorrespiratórios, metabólicos e neuromusculares.

 

Não tive dúvidas e respondi na lata: Resistência (Aptidão) Cardiorrespiratória! E por que respondi isso? Veja, um dos principais componentes da aptidão física é a resistência cardiorrespiratória que consiste na capacidade de realizar exercícios dinâmicos envolvendo grandes grupos musculares em intensidade moderada a vigorosa por períodos longos de tempo.

 

O indicador da resistência cardiorrespiratória é conhecido pela sigla VO2 máximo (consumo máximo de oxigênio). O VO2 máximo é a medida mais válida da função cardiorrespiratória e reflete a capacidade do coração, dos pulmões e do sangue de levar oxigênio aos músculos em exercício. Pessoas com valores mais elevados de VO2 máximo apresentam maior aptidão cardiorrespiratória. Pessoas com valores mais baixos de VO2 máximo apresentam menor aptidão cardiorrespiratória.

O VO2 máximo pode indicar o aspecto funcional da integração entre 3 sistemas fisiológicos corporais: Respiratório, Cardiovascular e Metabólico e portanto ser indicador da saúde cardiorrespiratória, tanto é verdade que a cada 1 ano de vida a mais, diminui em média 1 ml.Kg.minuto de VO2 máximo. Isso significa após os 40 anos de idade, um aumento de até 2% no risco de mortalidade por doenças cardiovasculares.

 

Ah professor, como vou mensurar o VO2 máximo na academia? A verdade é que poucos profissionais mensuram e quem não mensura, arruma um monte de desculpas. Mas, para quem estuda, há várias estratégias que podem ser aplicadas na academia.

 

 

O que é VO2 máximo e VO2 pico?

 

Sem dúvida nenhuma, um dos indicadores mais importantes que deve ser mensurado em um plano de avaliação física é a aptidão cardiorrespiratória, onde o principal indicador é o VO2 máximo!

 

Existem diversas estratégias para mensurar o VO2 máximo, por meio de métodos diretos, indiretos e até duplamente indiretos. Tradicionalmente, os testes de esteira com intensidade progressiva, ou seja, aqueles que a intensidade é aumentada gradativamente durante o teste, como por exemplo, testes de rampa onde o aluno começa caminhando, trota, corre, corre mais rápido….

É daqui que surge a diferença entre VO2 máximo e VO2 pico. Quando ao realizar um teste de esforço o VO2 atinge um platô apensar do aumento da intensidade, diz-se que o aluno atingiu o VO2 máximo (capacidade máxima de captar o ar atmosférico, absorver nos pulmões, fazer hematose, transportar o O2 no sangue e consumir nos músculos).

 

Quando ao realizar o teste de esteira o aluno não termina o protocolo por fadiga muscular ou termina o protocolo mas não tem o platô, diz-se que atingiu o VO2 pico (á a maior taxa de consumo de O2 medido durante o teste de esforço, independentemente de se ter ou não atingido o platô. O VO2 pico pode ser mais baixo, igual ou até maior do que o VO2 máximo.

 

Ambos os indicadores podem e devem ser utilizados para prescrição dos treinos cardiorrespiratórios. Ah, detalhe, a frequência cardíaca acompanha o comportamento do VO2 no teste, ou seja, se durante o teste achou-se o VO pico, também devemos ter a FC pico. Se durante o teste achou-se o VO2 máximo, também devemos ter a frequência cardíaca máxima. Isso significa que você pode prescrever tanto pela frequência cardíaca máxima ou a de pico os treinos cardiorrespiratórios.

 

 Você já ouviu falar em VO2 bruto e Vo2 líquido?

 

Vamos direto ao ponto. Há diferentes maneiras de expressar o VO2 (consumo de O2). Tradicionalmente, utilizamos o VO2 absoluto (litros por minuto) ou o VO2 relativo (ml.Kg.minuto ou METs).

 

Hoje vou te ensinar uma forma pouco utilizada de expressar o VO2!

O VO2 bruto e líquido. Para entender melhor isso, duas das aplicações do VO2 máximo para profissionais de Educação são: prescrever a intensidade dos treinos cardiorrespiratórios e estimar o gasto calórico. É daqui que surge essa terminologia.

 

VO2 bruto é o total de consumo de O2 do repouso + do exercício. Vou dar um exemplo. Qual é o VO2 de repouso? 1 MET ou 3,5 ml.Kg.minuto. Digamos que um aluno vai fazer uma corrida na esteira por 10 minutos a 10 km/h, certo? Correr a 10 km/h representa um VO2 de 10 METs ou 35 ml.Kg.minuto. Imagine que correr nessa intensidade por 10 minutos gera um gasto calórico de 100 calorias. Nessas 100 calorias está embutido 1 MET de repouso + 10 km/h na esteira, ou seja, o gasto calórico do repouso foi somado ao gasto calórico do exercício! Isso subestima a realidade do gasto calórico no exercício.

 

Se eu quiser saber quantas calorias foram gastas SOMENTE pelo exercício, sem CONSIDERAR o gasto calórico do repouso, tenho que considerar o VO2 líquido que é o gasto calórico somente do exercício. Nesse caso, subtrai-se o VO2 de repouso do VO2 durante o exercício e terá o gasto calórico mais real. No exemplo acima ficaria: VO2 de repouso (1 MET) – VO2 do exercício (10 METs) = VO2 no exercício igual a 9 METs…o gasto calórico real seria de 90 calorias somente com o exercício.

 

Como calcular o VO2 bruto e Líquido?

 

A galera tem me enviado muitos Directs com dúvidas sobre VO2 bruto e VO2 líquido no gasto calórico. Não estou reclamando, pelo contrário, isso muito  bom pois mostra que a galera está empenhada em entender melhor essa forma pouco utilizada de expressar o VO2.

 

Aliás, em sempre digo o seguinte: quem tem o conhecimento e sabe como aplicar na prática, sempre estará na frente dos medíocres. Professor, o senhor está ofendendo a galera? De forma nenhuma, medíocre significa mediano, similar, igual e você que acompanha o Viajando pela Fisiologia jamais será mediano!

 

Então deixo a figura com um exemplo real de como prescrever uma sessão de treino cardiorrespiratório a partir do VO 2 máximo e como encontrar o VO2 bruto e líquido do treino.

 

Repare bem nas contas….não tem algo suspeito do tipo, acho que já vi essa conta? Preste atenção e, escreva nos comentários o que você quiser! Vamos trocar ideias!

 

Alias, quero ajudar a você sempre estar acima da mediocridade.

 

>>>CLIQUE AQUI<<< e Assista uma Playlist de vídeos sobre o tema no Youtube

Os comentários estão encerrados.